Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Mulher, de 36 a 45 anos, Portuguese, Spanish, Arte e cultura, Livros, Jornalismo e Locução
MSN -



Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


 
Ilha da Abelha


Canto dos espirítos sobre as águas - Goethe

A alma do homem

é como á água:

do céu vem,

ao céu sobe, dele de novo tem

que descer à terra

com sua mudança eterna.

Corre do alto

rochedo a pino

o veio puro,

então em belo

pó de ondas de névoa

desce à rocha lisa,

e acolhido de mando

vai, tudo velando,

em baixo murmúrio

lá para as profundas.

Erguem-se penhascos

de encontro à queda.

Vai espumando em raiva

degrau em degrau

para o abismo.

No leito baixo

desliza ao longo do vale relvado,

e no lago manso

passem o rosto

os astros todos.

Vento é da vaga

o belo amante;

vento mistura do fundo ao cimo

ondas espumantes.

Alma do homem,

és como água!

Destino do homem,

és como o vento.



Escrito por Deborah Izola às 10h19
[] [envie esta mensagem] []



Sobre alegrias e pesares - Rudolf Steiner

 

Alegrias são dádivas do destino

que comprovam seu valor no presente.

Pesares, ao contrário, são fontes de conhecimento

cujo significado se revela no futuro.



Escrito por Deborah Izola às 10h09
[] [envie esta mensagem] []



Pergunta - Rainer Maria Rilke

Tem paciência

com tudo não resolvido em seu coração

e

tenta amar as perguntas em ti

como se fossem

quartos trancados ou livros escritos em idioma estranho.


Não pesquises em busca de respostas

que não te podem ser dadas,

porque tu não as podes viver,

e

trata-se de viver tudo.


Vive as grandes perguntas agora.

Talvez num dia longínguo,

sem o perceberes,

te familiarizarás com a resposta.


 

 



Escrito por Deborah Izola às 09h42
[] [envie esta mensagem] []



Liberdade - Clarice Lispector

"Liberdade é pouco. O que eu desejo ainda não tem nome." - Clarice Lispector



Escrito por Deborah Izola às 17h11
[] [envie esta mensagem] []



A busca da felicidade

"É em vão que o homem procura ao longe a sua felicidade, quando descubra cultivá-la em si mesmo, pois ainda que venha de fora, não pode fazer-se sensível, enquanto não achar dentro de si uma alma aparelhada para gozá-la." Jean-Jacques Rousseau



Escrito por Deborah Izola às 06h29
[] [envie esta mensagem] []



Corazón coraza - Mario Benedetti

Por que te tengo y no

por que te pienso

porque la noche está de ojos abiertos

porque la noche pasa y digo amor

porque has venido a recoger  tu imagen

e eres mejor que todas tus imágenes

porque eres linda desde el pie hasta el alma

porque ers buena desde el alma a mí

porque te escondes dulce en el orgullo

pequeña y dulce

corazón coraza

porque eres mía

porque no eres mía

porque te miro y muero

y peor que muero

si no te miro amor

si no te miro

 

porque tú siempre existes dondequiera

pero existes mejor donde te quiero

porque tu boca es sangre

y tienes frío

tengo que amarte amor

tengo que amarte

aunque esta herida duela como dos

aunque te busque y no te encuentre

y aunque

la noche pase y yo te tenga

y no.



Escrito por Deborah Izola às 14h28
[] [envie esta mensagem] []



Conjugaciones – Mario Benedetti

(álbum)

Cómo quisiera fotografiar

minucia por minucia

pedazos de futuro

y colocar las instantáneas

en un álbum

para poder hojearlo

lenta morosamente

en un manso remanso

del pasado

 



Escrito por Deborah Izola às 14h42
[] [envie esta mensagem] []



Fernando Pessoa

Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas que já têm a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia, e, se não ousarmos fazê-la,teremos ficado, para sempre, às margens de nós mesmos.



Escrito por Deborah Izola às 11h34
[] [envie esta mensagem] []



Táctica y estratégia - Mario Benedetti

Mi táctica es

mirarte

aprender como sos

quererte como sos

 

mi táctica es

hablarte

y escucharte

construir con palabras

un puente indestructible

 

mi táctica es

quedarme en tu recuerdo

no sé cómo

ni sé

con qué pretexto

pero quedarme en vos

 

mi táctica es

ser franco

y saber que sos franca

 y que no nos vendamos

simulacros

para que entre los dos

no haya  telón

ni abismos

 

mi estratégia es

en cambio

más profunda y más

simple

 

mi estratégia es

que  um día cualquiera

no sé cómo

ni sé

con que pretexto

por fin me necesites.



Escrito por Deborah Izola às 12h21
[] [envie esta mensagem] []



Bordados

"Desde a minha infância. Sou uma palavra dentro, bordada." - Fabrício Carpinejar



Escrito por Deborah Izola às 16h33
[] [envie esta mensagem] []



Tristeza

"A tristeza é um muro entre dois jardins." - Khalil Gibran



Escrito por Deborah Izola às 16h29
[] [envie esta mensagem] []



Segredos

 

"Nada nos deixa tão solitários quanto nossos segredos." - Paul Tournier



Escrito por Deborah Izola às 16h26
[] [envie esta mensagem] []



Pequenas loucuras

 

"Para tornar a realidade suportável, todos temos de cultivar em  nós certas pequenas loucuras." - Marcel Proust



Escrito por Deborah Izola às 16h12
[] [envie esta mensagem] []



A mesma compulsão aliada a outra

...o sortilégio daqueles textos sem vírgulas que me tocavam com sua sensibilidade e seu desespero e suas frases surpreendentes(...)Me lembrava das noites que passava em claro, lendo obsessivamente, como um devoto, com a lâmpada acesa sob a coberta quando minha mãe me mandava parar para dormir, e das minhas próprias fantasias de ser escritor, de fazer livros, pertencer à confraria dos que urdiam aquelas maravilhas.

(o narrador de Os Espiões, de Luis Fernando Verissimo falando sobre ler e escrever)



Escrito por Deborah Izola às 08h03
[] [envie esta mensagem] []



A magnífica compulsão

O Dubin dizia que a má literatura é a literatura em estado puro, intocada por distrações como estilo, invenção, graça ou significado, reduzida apenas ao ímpeto de escrever, à magnífica compulsão.

(o narrador de Os Espiões, de Luis Fernando Verissimo falando sobre escrever)



Escrito por Deborah Izola às 07h57
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]